8/13/2019

MS World Explorer

Primeiro navio oceânico construído em Portugal a caminho da Gronelândia

Partiu recentemente da Islândia o primeiro navio oceânico totalmente português. Construído nos estaleiros de Viana do Castelo, o MS World Explorer da Mystic Invest, de Mário Ferreira, custou 70 milhões de euros e está a caminho Gronelândia com 180 passageiros a bordo.

O cruzeiro de oito pisos, 126 metros de comprimento, 19 metros de largura e 4,7 metros de calado, tem capacidade para 200 passageiros e 110 tripulantes. Ao ECO, o presidente executivo da Mystic Cruises referiu que “este é um projeto que temos vindo a construir há alguns anos. É o primeiro paquete totalmente construído em Portugal”.

A viagem inaugural teve início no passado dia 5 de agosto, com chegada à Gronelândia no dia 13 de agosto. O regresso à capital da Islândia, Reiquejavique, está prevista para dia 18 de agosto. O MS World Explorer é o primeiro navio oceânico de uma série de três já encomendados.

Em setembro, o MS World Explorer vai rumar aos Fiordes da Noruega e ao mar do Norte, regressando a Portugal para preparar a travessia transatlântica até ao Brasil, antes de zarpar à Antártida no final de 2019.

Segundo Mário Ferreira, “o navio foi construído por 3.500 trabalhadores das mais diversas especialidades, de 32 nacionalidades, sendo que para a construção do casco, foram necessárias 800 mil horas de trabalho”.

Por: Pedro Venâncio
Fonte: