9/12/2018

Afiança Pedro Marques

Governo prepara investimento de 50M€ para a Linha de Cascais

Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, confirmou hoje no Parlamento o investimento de 50 milhões de euros para a modernização da Linha de Cascais, com o apoio de fundos comunitários. O montante em questão requer a aprovação de Bruxelas, no próximo mês de outubro.

“Estamos a preparar investimento com financiamento de fundos comunitários”, explicou o governante. Para a Linha de Cascais é necessário, não só o reforço de comboios, como a modernização da própria infraestrutura – sistema de controlo de segurança, migração para um novo sistema de tensão e preparação para a linha ser conectada à rede ferroviária nacional.

Quanto ao material circulante, a Linha de Cascais poderá receber outro tipo de comboios nos próximos meses. A circulação de novas composições requer a migração do sistema de tensão – 1.500 volts em corrente contínua, para 25 mil volts em corrente alternada. Recorde-se que na Linha de Cascais circulam comboios com mais de 50 e 60 anos, alimentados a corrente elétrica diferente da restante ferrovia nacional, motivo pelo qual é inviável a utilização de outros comboios para colmatar as supressões nesta linha.

Com novos horários deste domingo, a Linha de Cascais representa 20% de todo o tráfego de passageiros da CP – Comboios de Portugal. Todavia, e só nos dois primeiros dias, foram suprimidos oito composições, face a avarias no material circulante. Pedro Marques defende a situação com questões de “vandalismo”, citando informação da empresa.

Por: Pedro Venâncio
Fonte: