6/12/2018

Por 4 anos

TIS ganha contrato para acompanhar Corredor Atlântico

A consultora portuguesa TIS venceu o contrato para a realização do estudo sobre os corredores principais do Corredor Atlântico, que faz parte da Rede Transeuropeia de Transportes (TEN-T). A Comissão Europeia decidiu atribuir ao consórcio liderado pela TIS, e do qual fazem parte a INECO (Espanha), Egis e BG Ingenieurs (França), M-Five (Alemanha) e Panteia (Holanda), este contrato que tem a duração de quatro anos. e que tem como objetivo "apoiar a Comissão Europeia e o coordenador do Corredor Atlântico, nas atividades de acompanhamento e monitorização da implementação dos projetos de infraestruturas e na articulação com o Fórum do Corredor". Este órgão consultivo agrega os representantes de Estado, gestores das infraestruturas rodoviárias, ferroviárias, marítimas e fluviais e aeroportuárias bem como as regiões atravessadas pelo corredor, entre outras atividades comuns aos nove corredores principais.
Este é o terceiro contrato que a TIS tem de apoio à CE para a gestão do Corredor Atlântico, "o que demonstra a capacidade portuguesa na realização, com sucesso, deste tipo de consultoria estratégica", refere a empresa portuguesa em comunicado.
Em declarações à Transportes em Revista, Faustino Gomes, CEO da TIS, salienta que o contrato «assume especial relevo numa fase em que estão em curso um conjunto de investimentos fundamentais para o completar dos corredores e quando se espera a aprovação pelo Parlamento Europeu à proposta da Comissão Europeia de revisão do Anexo I do Regulamento CEF (MIE, Mecanismo Interligar Europa, na versão portuguesa) que irá incluir novos alinhamentos nos vários corredores principais. Entre estes destaca-se para Portugal a inclusão da Via Navegável do Douro como parte integrante do corredor Atlântico».

TIS lidera as participações nacionais no programa Transportes do H2020

A Comissão Europeia publicou recentemente no seu portal as principais estatísticas do programa europeu de inovação Horizonte 2020. Nas chamadas já concluídas de 2014 a 2017, Portugal conta com 36 participações em projetos no programa Smart, green and integrated transport, Mobility for Growth, o principal tópico do programa de transportes. Com 6 contratos assinados, a TIS é a principal entidade nacional neste programa (e a 9ª PME, no universo das PME europeias), reforçando o seu papel como empresa de referência no setor. Os projetos em curso abrangem diversas áreas de atuação da TIS: financiamento das infraestruturas de transporte (BENEFIT, OPTIMUM), transportes públicos (European Bus System of the Future - 2), mobilidade sustentável e inclusiva (TRACE, HiReach, MOTIV).

Por: Pedro Pereira
Fonte: