quinta-feira, 2 de Abril de 2020

 
Reta
Carga & Mercadorias
02-01-2020
Capital Verde Europeia 2020
DPD vai monitorizar qualidade do ar na cidade Lisboa
A DPD Portugal implementou uma nova iniciativa de monitorização da qualidade do ar, alinhada com o programa de responsabilidade corporativa e social DrivingChange do DPDgroup. Este programa é uma das medidas inseridas no Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020, que a DPD Portugal assinou com a Câmara Municipal de Lisboa.

Yves Delmas, COO do DPDgroup, considera quer “a comunidade global exige um ar mais limpo e o DPDgroup está numa posição única para ajudar. Queremos trazer benefícios para as cidades, consumidores finais e cidadãos”. Com base nesta observação e com a visão de melhorar a qualidade de vida e a saúde nas cidades, a DPD “aspira a desempenhar um papel importante no rastreio da qualidade do ar utilizando a sua rede de entrega existente e colocando-a ao serviço dos clientes”.

O projeto da DPD de medição da qualidade do ar é realizado graças aos sensores configurados que se encontram na frota de entrega de encomendas da empresa e na rede de instalações, como pontos Pickup e estações urbanas. De acordo com a distribuidora, “a frota urbana e as instalações selecionadas da DPD estão equipadas com sensores móveis baseados em laser da Pollutrack. Estes sensores recolhem dados reais a cada 12 segundos, rua por rua e ao nível da respiração, nas partículas finas PM2.5, usadas para visualizar em mapas de alta resolução os níveis de qualidade do ar urbano”.

Miguel Gaspar, vereador da Mobilidade da CML, acredita que “esta iniciativa é realmente útil para a cidade de Lisboa. É um projeto decisivo, pois permite obter dados adicionais importantes e identificar áreas verdes e os pontos quentes da cidade. Graças à nossa colaboração bem-sucedida com o DPDgroup, podemos melhorar a qualidade do ar e ter um impacto positivo na saúde de nossos cidadãos”.

Além de Lisboa, a DPD indica que o projeto de monitorização da qualidade do ar será lançado em 20 cidades europeias nos próximos dois anos. “Estamos muito orgulhosos de que Lisboa tenha sido a capital europeia escolhida para o lançamento desta ferramenta. Além disso, o nosso empenho é total nas medidas que a Câmara Municipal de Lisboa tem vindo a tomar no sentido de descarbonizar a cidade”, realça Olivier Establet, presidente da DPD Portugal.

A implementação desta iniciativa, integrada no Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020, reforça a ambição da DPD na redução de emissões de CO2 por encomenda em 30% até 2025 e reafirma o seu compromisso de ter um impacto positivo nas comunidades, cidades e sociedade em geral, sublinha a empresa.
por: Pedro Venâncio
167 pessoas leram este artigo
79 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA