sexta-feira, 10 de Julho de 2020

 
caetano 468x60
Passageiros & Mobilidade
07-01-2020
Mobilidade elétrica
Siemens e VDL testam última geração de baterias e estações de carregamento rápido
A Siemens e a VDL Bus & Coach (VDL), fabricante holandês de autocarros, uniram esforços para encontrar soluções inovadoras de carregamento flexível e eficiente de autocarros e camiões elétricos. No Centro de Testes de Carregamento da VDL, em Valkenswaard, na Holanda, a Siemens instalou um laboratório para demonstrar tecnologias de ponta, tais como a última geração das suas estações de carregamento rápido com um sistema de armazenamento de energia em baterias.

Os centros de competência de Microredes e Armazenamento de Energia e de Carregamento de Veículos Utilitários, que a Siemens tem localizados em Portugal, participaram ativamente no desenvolvimento deste projeto.

Segundo a multinacional alemã, com o número de veículos elétricos a aumentar no mercado, também aumentam os requisitos para uma infraestrutura de carregamento robusta. No Centro de Testes de Carregamento da VDL será possível testar diferentes tecnologias para autocarros e camiões elétricos em combinação com estações de carregamento e um sistema de armazenamento de energia, sendo estes submetidos a ensaios em condições reais, com o propósito de garantir a sua funcionalidade em operação comercial.

A cargo da Siemens Portugal ficou o desenvolvimento, a instalação e o comissionamento de um sistema de carregamento de até três veículos com integração de um sistema de armazenamento de energia. Destaque ainda para a utilização de baterias reutilizadas, cujo sistema de controlo, arquitetura e software foi totalmente desenvolvido em Portugal. De acordo com a empresa, as baterias em segunda mão são utilizadas em vez das soluções de armazenamento standard, como baterias industriais novas. Neste projeto, as baterias são recolhidas dos autocarros da VDL e a sua reutilização possibilita a valorização e extensão do seu período de vida útil.

No centro da VDL, foi desenvolvida uma matriz de comutação especial que permite combinar, de forma flexível, a capacidade das várias estações de carregamento. Esta configuração é controlada por uma aplicação de gestão que funciona no MindSphere, o sistema operativo aberto para a IoT baseado na nuvem da Siemens. A VDL aproveitará esta tecnologia para realizar testes de interoperabilidade e ensaios de funcionamento em veículos elétricos.

A funcionalidade veículo-rede, integrada numa das estações de carregamento, permite o carregamento bidirecional dos veículos. Isto significa que os veículos não só podem obter energia da rede e do sistema de armazenamento, como podem devolver energia a estes sistemas. Na prática, os veículos elétricos podem comunicar com a rede e devolver energia em caso de restrições de capacidade ou de picos de procura de energia.

A infraestrutura modular instalada neste centro demonstra ainda que os sistemas de carregamento podem expandir-se por um longo período sem necessidade de ajuste de capacidade ou de alterações na ligação à rede. Ao associar um sistema de armazenamento de energia às estações de carregamento e a um sistema de gestão, a capacidade pode ser ajustada de acordo com as necessidades atuais e futuras.
por: Pedro Venâncio
1055 pessoas leram este artigo
262 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA