domingo, 5 de Abril de 2020

 
caetano 468x60
Carga & Mercadorias
05-12-2019
Estratégia de crescimento
Luís Simões transfere sede espanhola para Guadalajara
A Luís Simões transferiu a sua sede espanhola para Guadalajara, “uma localização estratégica para o setor logístico e industrial daquele país”, considera a empresa. O centro de operações naquela localidade tem uma superfície total de 89 mil metros quadrados e empregará mais de 400 pessoas, entre postos diretos e indiretos, estando operativo desde a primeira metade de 2019.

Segundo a empresa, a mudança de sede de San Fernando de Henares (Madrid) para Guadalajara é “uma etapa importante” na procura pela centralização de serviços numa localização que considera “chave”. Além disso, a Luís Simões vai continuar a expandir o negócio de transporte e logística para clientes de diferentes setores, com destaque para a Nestlé.

“Esta mudança de sede revela a nossa aposta e compromisso com Guadalajara, que é sem dúvida um núcleo logístico de referência na Península Ibérica e no sul da Europa”, afirma Rui Simões, administrador da Luís Simões. “Além disso, representa mais um passo na nossa estratégia e responde à nossa ambição de continuar a ampliar as operações no mercado espanhol, oferecendo sempre um serviço integral e de qualidade a todos e a cada um dos nossos clientes, implementando as últimas tecnologias e inovações do setor”.

Recorde-se que o Centro de Operações Logísticas de Guadalajara é composto por três naves com um total de 89 mil metros quadrados, com os seus respetivos escritórios. O complexo foi projetado para ter capacidade para 178 mil paletes e permitir diariamente a entrada de 112 viaturas e a saída de 174.

Esta infraestrutura conta ainda com as mais recentes ferramentas tecnológicas, que permitem a automatização da expedição de paletes e uma solução especialmente adaptada às exigências da logística para o e-commerce. Possui também zonas verdes e estacionamento para mais de 800 automóveis. Localizado num dos principais núcleos logísticos da Península Ibérica, permite ligação direta à Autovía A-2, ao Corredor del Henares ou a Madrid.
por: Pedro Venâncio
1240 pessoas leram este artigo
194 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA