quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

 
RL 468x60
Passageiros & Mobilidade
29-08-2019
Mercedes-Benz Citaro NGT Hybrid
Roterdão renova frota urbana com 93 autocarros a gás
O operador de transportes públicos da cidade holandesa de Roterdão, EBS, introduziu uma frota de 93 novos autocarros Mercedes Benz Citaro NGT Hybrid, incluindo 83 standard e dez articulados. Com piso baixo, os veículos contribuem para uma redução nas emissões de gases naquela cidade portuària, graças à combinação de um motor a gás natural comprimido com um módulo híbrido.
Sediada em Purmerend, localizada a norte de Amesterdão, a EBS opera várias carreiras de autocarros na Holanda. Além do motor a gás natural, do módulo híbrido e da transmissão automática ZF Ecolife, os autocarros urbanos estão equipados com um direção inteligente eletrohidráulica - um módulo de recuperação da energia elétrica - e luzes LED.
Os passageiros beneficiam de um compartimento com ar condicionado, bancos Inter Star Eco com costas elevadas e sistema de infoentretenimento com ecrãs TFT de 29 polegadas (dois nos autocarros standard e três nos articulados). Os passageiros podem carregar os seus dispositivos móveis em várias entradas USB. O piso do veículo tem revestimento em vermelho, assim como as pegas e os corrimões.
A combinação de um motor gás com um módulo híbrido é um dos argumentos do Citaro NGT híbrido na Europa. O bloco a gás Mercedes-Benz M 936 G tem uma capacidade de 7,7 litros, desenvolvendo uma potência de 302 cv e um binário de 220 Nm. Se for utilizado em combinação com biogás ou biometano, o Citaro NGT híbrido é quase neutro em termos de emissões de dióxido de carbono.
Com potência de 14 kW e binário de 220 Nm, o motor elétrico do módulo híbrido auxilia o motor a gás na fase de arranque ou quando a exigência de potência é mais elevada. Esta solução permite otimizar o consumo de combustível. Por outro lado, o motor elétrico também contribui para diminuir as emissões de ruído já baixas do propulsor a gás natural comprimido. O motor elétrico é alimentado por energia obtida durante as fases de desaceleração e travagem do autocarro, sendo armazenada em supercondensadores.
por: Carlos Moura
522 pessoas leram este artigo
95 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA