domingo, 15 de Setembro de 2019

 
TIS  468x60
Passageiros & Mobilidade
26-06-2019
Miguel Gaspar, vereador da mobilidade da CML
Eixo central da 2ª Circular vai ter um sistema de transportes
O eixo central da 2ª Circular vai ter um sistema de transportes em sítio próprio, que poderá ser um metro ligeiro ou uma Busway. Em entrevista à Transportes em Revista, o vereador da mobilidade da Câmara Municipal de Lisboa, Miguel Gaspar, revelou que «a Câmara de Lisboa já tinha a ambição de transformar o espaço-canal da 2ª Circular e neste momento estamos a estudar a hipótese de colocar no seu eixo central um sistema de transportes, que poderá ser um metro ligeiro ou um BRT (Busway). Já sabemos onde conseguimos colocar as paragens e como levamos as pessoas para lá». De acordo com Miguel Gaspar, «conseguimos colocar paragens junto à estação de comboios de Benfica, na zona do Colombo, nas Torres de Lisboa, Campo Grande, Aeroporto (e a apenas 300 metros da zona de embarque) e na Avenida Marechal Gomes da Costa, fazendo depois a ligação à Gare do Oriente. E para aceder às zonas de embarque as pessoas só terão de subir ou descer um lanço de escadas».

O vereador afirma que, neste momento, está em discussão se este deve ser um projeto municipal ou se terá um cariz regional: «Estamos mais inclinados para esta última hipótese, porque depois este sistema pode encaixar na CRIL com o corredor em BRT da A5. Isso vai permitir uma coisa extraordinária, que é a ligação direta de Oeiras e Cascais ao aeroporto e à Gare do Oriente».

Para Lisboa, Miguel Gaspar refere que estão previstas outras obras no âmbito da mobilidade, como a construção do projeto da “meia-encosta” que assegurará a ligação, em metro ligeiro (elétrico), das zonas de Alcântara, Ajuda, Restelo, São Francisco Xavier e Miraflores; a extensão do elétrico 15 ao Jamor e a Santa Apolónia; e a construção de um corredor para transportes públicos entre Santa Apolónia e a Gare do Oriente. Outro dos projetos em estudo é o corredor estruturante da Alta de Lisboa, que poderá ser feito em BRT.

Para Miguel Gaspar, «dois terços das pessoas que trabalham em Lisboa não vivem na cidade. E é por isso que a CML tem vindo sempre a dizer que só se resolve a mobilidade em Lisboa, quando se resolver o problema da Área Metropolitana. Há um fluxo de pessoas cada vez maior a entrar na cidade, portanto há um conjunto de projetos que pretendem melhorar a rede de transportes metropolitanos e que são estruturantes para Lisboa. Neste aspeto, devo dizer que há uma grande sintonia entre os vereadores da mobilidade da AML, no sentido de darem passos muito firmes naquilo que é a aposta clara da AML, que é a mobilidade».

O vereador da CML destacou alguns dos projetos, no âmbito da AML, que têm de avançar: «por exemplo, é inequívoco que tem de ser feita a ligação Algés/Reboleira, permitindo a conexão entre as linhas de Sintra e Cascais e todas as zonas envolventes. A ligação entre Paço d´Arcos e o Cacém, servindo o Tagus Parque e Lagoas Parque, também tem de ser feita, assim como as ligações entre Odivelas, Ramada, Hospital Beatriz Ângelo e o Infantado. Outro eixo que tem de ser construído é entre a Gare do Oriente e a Portela de Sacavém, assim como as ligações no Arco Ribeirinho, na margem sul. O que neste momento está a ser discutido é se estas ligações serão em metro ligeiro ou BRT».
por: Pedro Pereira
4231 pessoas leram este artigo
231 pessoas imprimiram este artigo
1 pessoa enviou este artigo a um amigo
6 pessoas comentaram este artigo
Comentários
27-06-2019 8:14:44 por Manuel Bastos
Oxalá se consiga um serviço de transporte que faça todo o percurso entre Cascais e o Aeroporto em 30mn e porque não acreditar que o Montijo vai também integrar este eixo .
27-06-2019 0:38:36 por Jorge Ferreira
Não percebo esta pancada pelo BRT... Na realidade, seguir um exemplo de um País de 3º Mundo é obra. Na Europa todos os projectos de BRT deram ou estão a dar barraca e foram ou estão a ser substituidos por LRT... Portugal no seu melhor... Paga Tuga...
26-06-2019 23:54:31 por Rúben Baptista
Eu estou a realizar o meu Projecto Final de Mestrado em Urbanismo na área envolvente da estação do Campo Grande e considero a medida de alteração da 2ª Circular com corredor BRT uma mais valia para a cidade de Lisboa. Considero também seria importante combinar com outro corredor no eixo Loures Campo Grande de maneira a possibilitar uma maior acessibilidade para quem vem de transportes da zona norte de Lisboa.
26-06-2019 22:20:08 por LUIS RIBEIRO
O EIXO CENTRAL DA 2ª CIRCULAR JÁ ESTA ESTUDADO HA MUITO TEMPO, MAS NADA SE FEZ AINDA, QUER SEJA DE METRO DE SUPERFICIE QUER DE TROLLEY, MAS COM VELOCIDADES DE 90 OU 100KMH., E SO COM POUCAS PARAGENS, JÁ DEVERIAR ESTAR EM ANDAMENTO, INDEPENDENTEMENTE DO ESTUDO DO IMPACTO AMBIENTAL, PORQUE ESTE JÁ E POLUENTE DE MAIS NA ZONA.
26-06-2019 19:13:04 por Pedro Macedo
Falta uma ligação em transporte rodoviário, extremamente importante.Ligação Margem Sul Oeiras / Alfragide / LindaaVelha / Carnaxide.
26-06-2019 18:43:37 por José Manuel Godinho
Desde que o BRT da A5 não seja mais uma desculpa para que nada seja feito na Linha de Cascais.
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA