quarta-feira, 26 de Junho de 2019

 
STCP
Carga & Mercadorias
24-04-2019
Comerciais Renault
Novas gamas Master e Trafic chegam em setembro
A Renault renovou as suas gamas de comerciais ligeiros Master e Trafic, que estarão disponíveis a partir do próximo mês de setembro. Exteriormente, estes modelos partilham a mesma identidade visual na secção frontal, que inclui a assinatura visual em forma de C com luzes de circulação diurna em LED e o logótipo da marca deslocado para a parte de cima da grelha do motor, na união com o capot.
O habitáculo também foi redesenhado, mais na Master do que na Trafic. O painel de bordo do comercial de grandes dimensões é totalmente novo, designadamente o conta-rotações, o ecrã digital monocromático de cinco polegadas no painel de instrumentos e o volante, que inclui inserções cromadas. O ecrã do sistema de navegação passou a estar localizado na parte central da consola central, independentemente do sistema usado (R-LINK Evolution ou Media NAV Evolution).
A nova Master vai receber novos sistemas de assistência à condução para proporcionarem uma segurança acrescida e um maior conforto ao utilizador: Rear View Assist, que inclui uma câmara traseira com ecrã na parte superior do pára-brisas para oferecer uma melhor visibilidade para a traseira; Side Wind Assist, o assistente de ventos laterais que é ativado a partir dos 70 km/h); o assistente de estacionamento dianteiro ou o assistente de ângulo morto. A lista de opcionais também vai contemplar, em toda a gama, o sistema de travagem autónoma de emergência.
 

No capítulo mecânico continua disponível o motor diesel de 2,3 litros, tendo sido sujeito a uma atualização para cumprir a norma de emissões Euro 6-d-TEMP / Euro 6. Este propulsor possui tecnologia de sobrealimentação Twin Turbo, com um turbocompressor para as baixas rotações e outro para os regimes mais elevados, e será proposto em níveis de potência até 180 cv. Relativamente às versões atuais deste motor, a marca anuncia uma redução no consumo de combustível de aproximadamente 1,0 l/100 km. O motor 2.3 dCi pode ser associado a uma caixa manual de seis velocidades ou a uma transmissão automatizada com igual número de relações.

Master Z.E.

A versão elétrica deste modelo – Master Z.E. – também continuará em comercialização, equipada com o motor R75 (57 kW) introduzido originalmente no Renault ZOE e a bateria com capacidade de 33 kWh, que oferece uma autonomia mínima de 120 quilómetros. A velocidade máxima está limitada eletronicamente a 100 km/h. A bateria de iões de lítio demora cerca de seis horas a ser totalmente carregada numa wallbox com uma potência de 32A/ 7,4 kW. A Master Z.E. estará disponível em seis versões, numa combinação de três comprimentos de chassis e duas alturas de teto, incluindo quatro furgões com volumes úteis de carga dos 8,0 aos 13 m3. A oferta é complementada por dois chassis-plataforma, nas vrsões de chassis médio e longo, que permitem a montagem de carroçarias de elevada capacidade, com volumes úteis até 22 m3.

Nova Trafic

A gama de comerciais médios da Renault, que oferece volumes úteis de carga de 3,2 m3 a 8,6 m3, também foi renovada. Além da imagem exterior que adota identidade visual dos comerciais ligeiros da marca francesa, o habitáculo da Trafic também foi revisto, nomeadamente em termos de soluções de conectividade a bordo, com a disponibilização de soluções multimédia de elevada performance com R-LINK Evolution (compatível com Android Auto) ou o Media Nav Evolution com ecrã tátil. Os principais comandos do painel de bordo também foram redesenhados, incluindo apontamentos em cromado nas saídas da ventilação, na consola central, no ar condicionado, entre outros. O interior recebe uma nova combinação de cores em carbono escuro e um novo punho da caixa de velocidades.
 

A oferta de motores também é nova para cumprir a norma Euro6d-TEMP, passando a estar disponível um bloco diesel de 2,0 litros com turbocompressor de geometria variável, que oferece níveis de potência de 120 cv a 170 cv. Relativamente aos motores atuais, a marca anuncia uma redução no consumo de combustível de 0,6 l/100 km. As duas motorizações mais elevadas podem ser associadas a uma transmissão de dupla embraiagem com seis velocidades.
Em termos de sistemas de assistência à condução, a nova Trafic pode receber um espelho maior no pára-sol do passageiro que serve de ângulo contra o ângulo morto, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros com câmara traseira e um assistente de estabilidade de reboque.
por: Carlos Moura
556 pessoas leram este artigo
123 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA