quinta-feira, 20 de Junho de 2019

 
caetano 468x60
Passageiros & Mobilidade
24-04-2019
Disse ministro das Infraestruturas
“É estrutural aproximar por ferrovia Lisboa e Porto”
Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e da Habitação, considerou ser “estrutural aproximar por ferrovia Lisboa e Porto". Na audição pública sobre o Programa Nacional de Investimentos (PNI 2030), o governante adiantou ainda que, apesar de “ser tabu falar de alta velocidade, podemos falar de 300 km/h”, reforçando que com uma ligação rápida entre as duas cidades, “passamos a ter outro país”.

Para o ministro das Infraestruturas, o investimento inscrito no PNI 2030 pretende reduzir para duas horas a distância por via férrea entre as duas maiores metrópoles do país. “Já é tremendo se o país conseguir isso. Estamos a falar de outro país, da forma como trabalhamos e como as empresas se podem relacionar”.

Na audição parlamentar, Pedro Nuno Santos garantiu ainda que o Partido Socialista não tem “nenhuma vontade” em impor a sua visão relativamente ao PNI 2030. “Queremos trabalhar com todos os partidos e com os autarcas para garantir que os próximos governos não façam uma revisão sistemática e o país fique no pára-arranca", confessou o ministro.

Apesar da restrição orçamental, Pedro Nuno Santos diz ser prioritário o investimento na ferrovia, de forma a equilibrar a coesão territorial e alavancar os territórios do interior.

A todos os autarcas que defendem como prioritário o investimento nos seus municípios e comunidades intermunicipais, o ministro das Infraestruturas responde que “temos de construir um programa que é nacional e que tem de cumprir uma certa restrição orçamental (...). Percebe-se que os autarcas peçam, mas no debate parlamentar vamos ter de fazer escolhas", reiterou Pedro Nuno Santos.
por: Pedro Venâncio
972 pessoas leram este artigo
132 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
1 pessoa comentou este artigo
Comentários
24-04-2019 18:15:17 por João Pedro
Areia no olhos das pessoas. LisboaPorto a 300km/h só numa nova linha. Outro país seria com comboios Régua/Braga/GuimarãesBeja/Faro/Lagos. Já existem... só não são directos e coordenados.
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA