quarta-feira, 24 de Abril de 2019

 
TIS  468x60
Carga & Mercadorias
10-04-2019
Aquisição no valor de 11M€
Correos adquire 51% da Rangel Expresso e quer duplicar número de entregas
O Grupo Correos sentiu a necessidade de internacionalizar e decidiu escolher Portugal para dar o primeiro passo além da sua fronteira de origem, Espanha. Em seguida, procurou um parceiro para dar início ao processo de expansão e é aí que surge a Rangel Expresso.

O caminho fez-se muito rápido, como afirmam os responsáveis de ambas as empresas, e poderá estar para breve o aval da Autoridade da Concorrência. «Contamos que até ao final de abril a Autoridade da Concorrência dará uma resposta e a Correos Express Portugal começará a funcionar», explicou Nuno Rangel, CEO do Grupo Rangel durante a apresentação da nova empresa — Correos Express Portugal — em Lisboa.

O Grupo Correos adquiriu 51% da Rangel Express, uma operação com o valor de 11 milhões de euros. Questionado sobre a possibilidade de ficar com 100% da empresa, Juan Manuel Serrano, presidente do Grupo Correos, afirmou «que esse não é o objetivo». Por seu turno, Nuno Rangel, comentou que «hoje têm 100% de uma coisa pequena e amanhã temos a oportunidade de ter 49% de uma coisa maior».

A nova empresa pretende oferecer um serviço integrado de entregas expresso de encomendas em 24 horas em toda a Península Ibérica, através da criação de uma rede de entrega única, ágil e eficiente, favorecida pela ampla capilaridade e pela configuração de uma canal de vendas único.

A Correos Express Portugal vai empregar cerca de 160 colaboradores e usar as 12 instalações que a Rangel Expresso tem em Portugal, às quais se juntarão as 55 instalações que a Correos tem em Espanha. Nos próximos cinco anos, a empresa quer entregar um total de 35 milhões de encomendas de ou para Espanha ao longo dos próximos cinco anos e obter um crescimento das vendas do grupo de 2,5 vezes.
Atualmente, a Rangel Expresso entrega seis milhões de encomendas em Portugal e o objetivo é também duplicar esse número, chegando a 2023 com 11 a 12 milhões de entregas anuais.

Para atingir este objetivo, a Correos Express Portugal definiu um plano para a automatização das instalações, baseado na estratégia de automatizar a 100% as plataformas com sistemas inteligentes e equipamento de classificação de mercadorias.


O Grupo Correos, juntamente com a Correos Express Portugal, prepara-se assim para um crescimento do mercado do comércio online em território nacional, onde, atualmente, as entregas a particulares representam apenas 15% face aos 85% a empresas.
por: Sara Pelicano
502 pessoas leram este artigo
71 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA