sexta-feira, 22 de Março de 2019

 
caetano 468x60
Passageiros & Mobilidade
07-03-2019
Longo curso
CP planeia investimento em Alfa Pendulares e Intercidades
Carlos Nogueira, presidente da CP – Comboios de Portugal, afirmou que a empresa se encontra a trabalhar na segunda fase do plano de investimento em material circulante que “vai necessariamente contemplar o serviço de longo curso”. Na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, no Parlamento, Carlos Nogueira considera este investimento “inevitável”, apesar da CP ter “restrições de todo o nível”.

Aos deputados da Assembleia, o presidente da CP confessou que “se pudéssemos comprar mais composições compraríamos”, todavia, “precisávamos de um outro envelope financeiro, de 300 ou 500 milhões de euros”. Apesar do concurso para a aquisição de 22 novas composições, no valor de cerca de 170 milhões de euros, para o serviço regional, Carlos Nogueira sublinha que a renovação de toda a frota – alta velocidade, longo curso, regional e urbanos – poderia atingir os dez mil milhões. “É de valores desta magnitude que estamos a falar”, disse o responsável citado pela Negócios.

Aluguer de comboios a Espanha “esgotou-se”
A falta de verbas para a compra de novos comboios levou a CP a alugar 24 composições à empresa espanhola Renfe. Porém, este aluguer “esgotou-se”, disse Carlos Nogueira, avançando ainda que a solução passará por reforçar os serviços de reparação e manutenção, realizados pela EMEF, até à chegada dos novos comboios em 2022 ou 2023.

Em 2018, a EMEF teve autorização por parte do Estado para contratar 102 trabalhadores. Ainda assim, Carlos Nogueira avançou que foi apresentado ao Governo, nas últimas semanas, um novo plano para a contratação de mais 57 colaboradores e que em abril será feito mais um plano de recrutamento. Os baixos salários garantidos pela CP (700 euros) “traz-nos problemas” para concorrer com empresas do setor privado, disse o responsável.

Vencedor conhecido até junho
Sobre o concurso público para a aquisição das 22 novas unidades, Carlos Nogueira esclareceu que o prazo de entrega é um dos critérios de adjudicação e que o vencedor será conhecido até ao final do primeiro semestre de 2019. Atualmente, decorre a seleção entre os cinco candidatos – Patentes Talgo, Stadler Service Nederland, Construciones y Auxiliar de Ferrocarriles, Alstom e Siemens Mobility – que passarão à segunda fase de seleção.
por: Pedro Venâncio
2651 pessoas leram este artigo
57 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA