domingo, 19 de Maio de 2019

 
TIS  468x60
Passageiros & Mobilidade
04-03-2019
Transporte rodoviário internacional
Flixbus em negociações para comprar Eurolines à Transdev
A Flixbus anunciou que entrou em negociações com a Transdev para adquirir ao grupo francês a Eurolines e a isilines. A Eurolines é uma empresa detida pela Transdev Eurolines S.A, e que atua no transporte rodoviário internacional de passageiros, já a isilines é a empresa responsável pelo transporte doméstico rodoviário de longa distância em França. Caso a operação seja concluída, a Flixbus, que já é líder de mercado na Europa, passa a deter um dos seus principais concorrentes. Ambas as partes iniciarão consultas aos respetivos conselhos de trabalhadores a propósito do negócio. Atualmente, a Eurolines tem negócios operacionais em França, Holanda, Bélgica, República Checa e Espanha, com uma rede de autocarros que abrange mais de 25 países. 
Recorde-se que 60% das vendas da empresa portuguesa Internorte/Interncentro, que opera no transporte rodoviário internacional, e que é participada pela Transdev, provém da Eurolines, da qual é parceira. Em declarações exclusivas à Transportes em Revista, sobre se os contratos existentes com a Internorte/Intercentro serão afetados, Pablo Pastega referiu que «o processo de aquisição não está concluído. A FlixBus pretende adquirir as atividades da Eurolines / Isilines da Transdev, incluindo todos os contratos atuais de parceiros com oferta de viagens de autocarro. Iniciaremos, então, a análise acerca da forma como integrar os negócios e verificar quais as conseqüências, se as houver, para as parcerias existentes. Neste momento não podemos especular sobre esse tema».

Transdev quer concentrar-se nos transportes públicos

Segundo Pablo Pastega, diretor-geral da FlixBus em Espanha e Portugal, afirma: “esta aquisição fortaleceria a nossa posição enquanto líder de mercado em França e permitir-nos-ia expandir ainda mais nosso serviço na Europa, integrando as redes de rotas de longa distância da Eurolines e das Isilines. Com essa integração a FlixBus teria uma oferta ainda mais completa e diversificada para atrair ainda mais passageiros. Queremos ser a escolha número um para viajantes em toda a Europa.” O responsável salienta que “nós temos muito respeito pelo que a Transdev construiu nos últimos 20 anos com a Eurolines. Com a mentalidade inovadora que a FlixBus traz para a mesa, estaremos prontos para os próximos 20 anos. Ao fundir os nossos serviços, poderemos oferecer às pessoas opções de viagem mais completas e convenientes em toda a Europa. Embora haja grandes planos para expansões em novos mercados, ainda cresceremos nos nossos mercados atuais. A aquisição da Eurolines fortaleceria a nossa rede europeia e complementaria o crescimento orgânico nos principais mercados europeus ”.
Por seu turno, Thierry Mallet, CEO do Grupo Transdev, revela que “a decisão de entrar em negociações exclusivas com a FlixBus, em relação ao potencial desinvestimento da Eurolines, está alinhada com o plano estratégico da Transdev. Tal permitir-nos-ia concentrar os nossos recursos no núcleo central do nosso negócio, ou seja, transporte público e serviços de transporte B2B, combinando desempenho com os melhores custos, inovação tecnológica e digital, deliberadamente para melhorar a experiência do cliente.”
Desde que entrou no mercado alemão, em 2013, e no mercado francês dois anos depois, a FlixBus provou que é possível aumentar significativamente a qualidade e ser rentável nesta indústria altamente competitiva. Só no ano passado, a quantidade de conexões e passageiros diários da FlixBus cresceu mais de 40%, quer em França, quer a nível global.
Em 2018, a FlixBus transportou 45 milhões de passageiros em toda a Europa e nos EUA. Como uma combinação de startup tecnológica, plataforma de e-commerce e empresa de transporte de longas distâncias, a FlixBus estabeleceu uma rede que abrange mais de 29 países. Este ano, a FlixBus planeia levar os seus serviços para a Rússia e expandir-se nos EUA onde já opera na Califórnia. Só em Portugal a FlixBus oferece 17 ligações internacionais de Portugal a mais de 230 destinos de Espanha e França.
 
por: Pedro Pereira
3554 pessoas leram este artigo
167 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA