quinta-feira, 25 de Abril de 2019

 
RL 468x60
Carga & Mercadorias
23-02-2019
Redução de emissões
AddVolt eletrifica unidades de refrigeração de veículos da HAVI
A AddVolt anunciou o fornecimento do seu sistema Plug-in Electric à frota da HAVI Portugal. Segundo a AddVolt, “esta ação decorre do compromisso da HAVI em executar a sua atividade de forma eficiente e sustentável”. Com esta solução, a HAVI passa a realizar a distribuição de produtos frescos e congelados sob temperatura controlada no centro de Lisboa sem o uso de diesel, livre de emissões e com baixo ruído, face à combinação de veículos a gás com sistema de refrigeração elétrico.

O sistema Plug-in Elétrico AddVolt tem 18 kW de potência nominal e usa baterias de iões de lítio que podem ser carregadas em qualquer centro logístico em menos de 90 minutos ou com energia recuperada nas travagens e desacelerações do veículo. Além disso, a empresa disponibiliza informação em tempo real sobre a eficiência da operação através da plataforma digital My AddVolt.

Bruno Azevedo, co-fundador e CEO da AddVolt, refere que “a equipa da AddVolt está verdadeiramente orgulhosa por contribuir para o compromisso da HAVI para um transporte sustentável e continuará a trabalhar nesta transição energética”.

Em 2014, a HAVI tornou-se a primeira empresa em Portugal a integrar camiões a gás natural na sua frota. Todavia, a unidade de refrigeração dos camiões mantinha-se alimentada a diesel, sendo responsável por 25% das emissões totais do veículo. A meta “zero emissões” era o objetivo da HAVI Portugal, que viu na AddVolt o parceiro capaz de alterar o seu paradigma. Com a troca do modo de funcionamento das suas unidades de refrigeração a diesel por unidades elétricas da AddVolt, a HAVI Portugal tornou-se numa das primeiras empresas a nível mundial a realizar a entrega de produtos sob temperatura controlada com zero emissões.

Esta solução ecológica da AddVolt permite ainda a distribuição noturna de mercadorias em zonas urbanas, uma vez que os níveis de ruído e vibrações da cabine são substancialmente reduzidos.

Segundo a AddVolt, em fevereiro, já foram transacionados mais de 3 MWh de energia elétrica, tendo sido evitados mais de 4,7 toneladas de emissões de CO2 com a utilização desta unidade de refrigeração elétrica, em modo silencioso (abaixo dos 60 dB).

Em meados de 2016, por altura da certificação e homologação desta tecnologia, Bruno Azevedo confessou à Transportes em Revista que «este é um kit que pode ser instalado em qualquer camião, nos vários estágios da sua vida útil, ou seja, pode ser instalado no momento do fabrico ou numa fase posterior». Além disso, «tivemos sempre a preocupação de não ultrapassar a tara máxima do veículo. Neste sentido, a instalação do sistema nunca representará um aumento superior a 1% do peso bruto do camião».
por: Pedro Venâncio
930 pessoas leram este artigo
124 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA