quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

 
caetano 468x60
Passageiros & Mobilidade
20-02-2019
Transporte ferroviário
Comissão Europeia chumbou fusão entre Alstom e Siemens
A Comissão Europeia rejeitou, na passada semana, a fusão entre as multinacionais Alstom e Siemens. Segundo Bruxelas, esta fusão “teria prejudicado a concorrência nos mercados de sistemas de sinalização ferroviária e comboios de alta velocidade. As partes não ofereceram recursos suficientes para lidar com essas preocupações”. A Comissária Europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager, revelou que “milhões de passageiros em toda a Europa confiam todos os dias em comboios modernos e seguros. A Siemens e a Alstom são ambas líderes na indústria ferroviária. Sem remédios suficientes, essa fusão resultaria em preços mais altos para os sistemas de sinalização que mantêm os passageiros seguros e para as próximas gerações de comboios de altíssima velocidade. A Comissão proibiu a fusão porque as empresas não estavam dispostas a resolver os problemas sérios de concorrência que se colocam”. A Comissão realça que esta decisão surge no seguimento de uma investigação aprofundada sobre esta operação de fusão, que iria concentrar numa única empresa, “totalmente controlada pela Siemens”, as respetivas atividades na área dos transportes das duas multinacionais. Para Bruxelas, esta empresa teria reunido “os dois maiores fornecedores europeus de material circulante ferroviário e de sistemas de sinalização ferroviária. Ambas as empresas têm posições de liderança em todo o Mundo”. Por outro lado, realça, a fusão “teria criado um líder de mercado indiscutível em alguns mercados de sinalização e um participante dominante no mercado dos comboios de alta velocidade. Teria reduzido significativamente a concorrência nestas duas áreas, privando os clientes, incluindo os operadores ferroviários e os gestores de infraestruturas ferroviárias, de uma escolha de fornecedores e produtos”.
Recorde-se que Siemens e a Alstom são duas das empresas pré-qualificadas para concorrer ao concurso lançado pela CP para a aquisição de 22 comboios regionais.

785 pessoas leram este artigo
278 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 












RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA