quarta-feira, 22 de Maio de 2019

 
RL 468x60
Carga & Mercadorias
04-12-2018
Face à transformação digital
“Logística urbana irá sofrer grandes alterações”
A EY Portugal, líder em auditoria, assessoria fiscal, assessoria de transações e assessoria de gestão, divulgou algumas etapas para o last mile delivery no setor da logística urbana, com base num recente executive breakfast com atores nacionais nesta área. Uma das conclusões revela que “o setor da logística urbana irá sofrer grandes alterações além do que é conhecido hoje, sendo crescentemente crítico a articulação entre os vários players do ecossistema para endereçar o desafio específico do last mile delivery, no decorrer da transformação digital”.

A nível global, é esperado que o impacto do congestionamento de tráfego e o foco na redução de emissões poluentes continuem a criar pressão nos custos da operação logística, tendo as autoridades públicas um papel preponderante na definição do enquadramento regulatório apropriado. Simultaneamente, cresce a exigência dos consumidores relativamente à rapidez e à flexibilidade de local e horário de entrega, obrigando a uma atuação mais pronta dos players de last mile delivery.

No âmbito da 3.ª edição do Beyond – Portugal Digital Transformation que juntou um vasto conjunto de players do setor do last mile delivery, foram apresentadas as seguintes conclusões:

• A comunicação frequente e eficaz com o cliente é crítica para uma melhoria da experiência end-to-end;
• O futuro enquadramento regulatório traz significativas incertezas relativamente ao potencial modelo de negócio e operativo do last mile delivery;
• O e-commerce e os meios de transporte e distribuição suaves terão um impacto significativo na experiência de last mile delivery;
• Os principais enablers tecnológicos com impacto no last mile delivery estão também a causar disrupção em todo o ecossistema de mobilidade e setores adjacentes;
• A coordenação entre os players da cadeia de valor permitirá capturar oportunidades e sinergias, sendo crítico o papel de cada um no fomento de um ecossistema eficiente;
• Os modelos de entrega focados no facilitamento dos modos de transporte suave e no cumprimento das expetativas crescentes do consumidor serão os principais drivers de disrupção no last mile delivery.
por: Pedro Venâncio
703 pessoas leram este artigo
197 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA