terça-feira, 16 de Outubro de 2018

 
RL 468x60
Carga & Mercadorias
09-10-2018
Em 2017
Portos do continente movimentaram 89,2 milhões de toneladas
Os portos comerciais do continente movimentaram, em 2017, 89,2 milhões de toneladas de mercadorias. Este valor representa um acréscimo, face a 2016, de 1,3%.
De acordo com a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), no relatório “Tráfego Marítimo de Mercadorias no Contexto da Intermodalidade”, no ano de 2017 foram movimentadas, pelos diversos modos de transporte (nomeadamente marítimo, rodoviário, ferroviário e aéreo), cerca de 261,4 milhões de toneladas de mercadorias em termos de peso líquido, um valor superior em 4,3% ao volume registado no ano anterior, tendo o tráfego nacional sido responsável por 59,9%, e o tráfego internacional por 40,1%.

Este aumento resultou dos parcelares +6,2% para o tráfego nacional e +1,7% para o tráfego internacional, sendo de destacar que a componente nacional teve ainda que ultrapassar o movimento extraordinário e circunstancial de 3,4 milhões de toneladas havida no ano anterior, motivado pela inoperacionalidade do Terminal Oceânico de Leixões, durante cerca de seis meses, para manutenção da monoboia em estaleiro.
No que respeita ao total do tráfego nacional, o transporte marítimo representou em 2017 uma quota de 8,1%, influenciado pelo retorno à trajetória normal sem o movimento extraordinário e circunstancial de 2016 referido no parágrafo anterior. Em termos de tráfego internacional, o transporte marítimo representou 76,1%, após um crescimento de 4,4% face a 2016. Em termos globais, o volume de mercadorias transacionadas por Portugal (continente e regiões autónomas) no âmbito do comércio internacional, atingiu em 2017 um total de 102,6 milhões de toneladas (+5,6% face a 2016) correspondente a um valor de 124,1 mil milhões de euros (+11,5%), a preços correntes. A distribuição modal deste volume de mercadorias confere uma quota maioritária de 58,8% ao transporte marítimo em tonelagem e de 60,6% para o transporte rodoviário em valor.

O tráfego de importação conta com o apoio maioritário do transporte marítimo para a sua realização, que em 2017 representou 61,6% da respetiva tonelagem e de 26,2% do seu valor. Estes indicadores refletem a preferência dos carregadores por este modo de transporte para as mercadorias de grande volume e menor valor unitário, destacando-se o Petróleo Bruto que representa 22,1% do total das importações e 35,8% do total importado por via marítima.

O volume de importações por utilização dos portos comerciais do continente, e que constituiu o valor mais elevado de sempre, teve o maior contributo do porto de Sines que representou uma quota de 56,1%, com uma variação de +0,5% face a 2016 e tendo subjacente uma evolução média anual traduzida por uma taxa de +9,4% nos últimos cinco anos.

Os portos comerciais do continente movimentaram 89,2 milhões de toneladas de mercadorias, um valor 1,3% acima do registado em 2016.
No ano passado, o transporte marítimo de mercadorias movimentadas nos portos do continente foi assegurado por operadores de 55 nacionalidades. O volume de contentores movimentados atingiu em 2017 um total de 2,9 milhões de TEU, +9,3% ao registado em 2016.

Segundo o relatório "Tráfego Marítimo de Mercadorias no Contexto da Intermodalidade", o movimento de navios registou, no ano de 2017, um total de 10.651 escalas e uma arqueação bruta (GT) de 206 milhões, traduzindo, face a 2016, respetivamente uma redução de 1,2% e um acréscimo de 0,7%, e, nos últimos cinco anos de, respetivamente, +0,8% e +5,8%. Leixões é o porto que detém o valor mais elevado de escalas, com uma quota de 24,4%, seguido de Lisboa com 0,6 pontos percentuais, e Sines de 20,7%.

A AMT refere ainda o impacto do transporte rodoviário que representou, em 2017, 85,3% do total do tráfego nacional.
O relatório da AMT tem por base as estatísticas produzidas pelas administrações portuárias com jurisdição dos portos comerciais marítimos do continente.
por: Sara Pelicano
Tags: AMT   Mercadorias   Portos  
309 pessoas leram este artigo
27 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
Spinerg


  





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA