segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

 
STCP
Carga & Mercadorias
19-02-2018
IP já reuniu com autarquias
Modernização do troço Covilhã-Guarda é para avançar
A IP – Infraestruturas de Portugal reuniu, no início deste mês, com representantes das autarquias de Belmonte, Covilhã e Guarda, com vista à modernização do troço Covilhã-Guarda, da linha da Beira Baixa. Adjudicado por 52 milhões de euros, o troço tem conclusão prevista para 2019 e, uma vez terminado, permitirá a reabertura à exploração ferroviária da linha com 46 quilómetros, que se encontra encerrada à circulação desde 2009.

Em comunicado, a IP explica que as reuniões técnicas tiveram o objetivo de “explicação detalhada da intervenção e promover a articulação com as autarquias dos trabalhos a desenvolver localmente no âmbito da obra de modernização do troço entre a Covilhã e Guarda, que terá início já no próximo mês”.

Entre as intervenções a executar, a IP aponta a “renovação integral de 36 quilómetros de via”, tendo já executado a “renovação em 10 quilómetros deste troço”; a “eletrificação total do troço”; a “reabilitação de seis pontes ferroviárias”; a “remodelação de estações e apeadeiros”, nomeadamente em “Maçainhas, Benespera e Barracão”; a “automatização e supressão de passagens de nível”; e a “construção de sistemas de drenagem e execução de trabalhos de estabilização de taludes”.

Esta obra integra igualmente a construção da concordância das Beiras entre a linha da Beira Baixa e a linha da Beira Alta. Deste modo, prevê-se a construção de uma “via única eletrificada, com 1.500 metros de extensão”, assim como “a execução de uma nova ponte ferroviária sobre o rio Diz, com uma extensão de 237,8 metros” e ainda a “instalação de sinalização eletrónica e telecomunicações”, informa a IP.

O troço em questão integra o Corredor Internacional Norte com vista à dinamização do transporte ferroviário, nas ligações inter-regionais e a Espanha. Com a designação “Linha da Beira Baixa – Modernização do troço Covilhã – Guarda”, o projeto tem previsto um financiamento comunitário de 85%, no âmbito do COMPETE 2020.
por: Pedro Venâncio
4943 pessoas leram este artigo
259 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
4 pessoas comentaram este artigo
Comentários
24-02-2018 22:44:19 por Raul
Y que Espaa modernice la línea Salamanca a fuentes de ooro / Vilar formoso de este modo también que halla.conexiones intetnacionales
23-02-2018 17:48:18 por costa joaquim
Já não é sem tempo porque mentiroso sou eu e não minto tanto.
21-02-2018 22:36:11 por Jorge Licinio M. Reis
E com imensa alegria que creio ser verdade finalmente a reposição da linha CovilhãGuarda, desactivada desde 2009, a população quer da Guarda quer da Covilhã, agradecem, Creio que outras iniciativas se irão concretizar, nomeadamente no Alentejo e sua ligação ao Algarve. Faço votos que a administração da CP e o governo finalmente compreendam que o caminho de ferro é importante para o desenvolvimento da nossa economia e povoamento do interior.
19-02-2018 19:18:10 por LUIS RIBEIRO
FINALMENTE A LIGAÇAO COVILHA ELETRIFICADA, FALTA AGORA A LINHA DE COIMBRA A .MODERNIZAR
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Transportes em revista

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA