terça-feira, 22 de Maio de 2018

 
caetano 468x60
Passageiros & Mobilidade
25-01-2018
123 escalas
Porto de Lisboa alcança novo recorde de navios de cruzeiro
O Porto de Lisboa registou um total de 123 escalas de navios de cruzeiro em 2017, alcançando assim um novo máximo histórico. No total, foram mais nove navios a escalar na capital portuguesa, em comparação com o ano transato. Estes 123 navios de cruzeiro contabilizaram um conjunto de 330 escalas, traduzindo-se num crescimento de 6% face a 2016.

Quanto às escalas em turnaround, isto é, escalas em que os passageiros podem iniciar e/ou terminar a sua viagem em Lisboa, subiram 12% e as escalas em trânsito, 6%. O Porto de Lisboa refere que “o número de passageiros estabilizou acima dos 520 mil, apesar de em 2017 se ter registado um decréscimo marginal de -0,3% para os 521.042, o que se justifica pela redução da capacidade dos navios que realizaram operações de trânsito”.

Lídia Sequeira, presidente da administração do Porto de Lisboa, sublinha que “estamos no início de uma nova era para o turismo de cruzeiros em Lisboa, com perspetivas de grande crescimento, sobretudo agora que a capital portuguesa é uma das mais bem servidas por infraestruturas de apoio à atividade de cruzeiros”.

O Porto de Lisboa estima que 2018 “pode vir a ser o melhor ano de sempre, com novos recordes de escalas e passageiros”. A realização da 12.ª edição da Seatrade Cruise Med, uma das maiores feiras de cruzeiros do mundo, nos dias 19 e 20 de setembro de 2018, pode vir a ser um impulsionador importante a todos os níveis.
por: Pedro Venâncio
755 pessoas leram este artigo
195 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  
pop up_12etr
Minimizar
 Imprimir   





Spinerg


  




Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA