segunda-feira, 25 de Junho de 2018

 
Passageiros & Mobilidade
15-01-2018
Troço Tunes-Lagos
Grupo Quadrante integra consórcio para a eletrificação da Linha do Algarve
O Grupo Quadrante integra o consórcio responsável pelo desenvolvimento dos projetos de eletrificação da Linha do Algarve, no troço Tunes-Lagos, integrado no plano de investimentos Ferrovia 2020, e no âmbito do Plano Estratégico PETI 3+.

A eletrificação do troços Tunes-Lagos vai permitir a exploração comercial exclusivamente com material elétrico de forma a melhorar a eficiência do sistema, nomeadamente ao nível da redução no tempo de percurso e da necessidade de custos de aluguer de material à empresa ferroviária espanhola RENFE. A cargo da Quadrante estão os estudos geológico e geotécnico, os projetos de supressão de passagens de nível, e de obras de arte, como pontes e viadutos, assim como todos os estudos ambientais.

Tiago Costa, administrador e responsável pela área de Transportes do Grupo Quadrante destacou que “para o grupo é muito importante integrar um projeto desta importância e contribuir de forma direta para a modernização da rede ferroviária nacional, importante do ponto de vista ambiental e económico”. O responsável sublinhou ainda que “para responder de forma eficaz ao fluxo e às necessidades de mobilidade, que esta região tem vindo a registar, tanto no âmbito turístico como empresarial, é crucial proceder-se à melhoria das condições de exploração ferroviária e à redução da sinistralidade nos atravessamentos rodoviários, através de desnivelamentos”.

O projeto de eletrificação da Linha do Algarve, no troço Tunes-Lagos, faz parte do Corredor do Algarve, um dos seis eixos de desenvolvimento prioritário, nos quais se integram os projetos de investimento a concretizar para o programa Horizonte 2014-2020. A intervenção, ao longo de 40 quilómetros deste eixo, terá efeitos estruturantes para a mobilidade da principal região turística de Portugal e desta com o restante território nacional e europeu.
por: Pedro Venâncio
1174 pessoas leram este artigo
153 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
3 pessoas comentaram este artigo
Comentários
17-01-2018 18:48:41 por Ângelo Campos
João Pedro. Concordo consigo. Tanto quanto me é dado saber o Engº Edgar Cardoso tanto se bateu para que a ponte do Guadiana fosse rodo ferroviária.Se essa ligação existisse quantos comboios não sairiam neste momento de Sines para EspanhaJá para não falar do Aeroporto de Faro.
15-01-2018 21:17:40 por João Pedro
Como se faz uma obra destas sem a respectiva ligação a Espanha por VRS António Só mesmo em Portugal...
15-01-2018 14:52:18 por Sérgio
Quando a linha estiver eletrificada, virá para o Algarve o lixo, ou seja, as automotoras velhas que já não servem no resto do país
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  





Spinerg


  





Samskip







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA