segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

 
CP_2017
Carga & Mercadorias
17-11-2017
Autonomia até 800 km
Tesla aposta nos camiões elétricos com Semi
Após muito suspense, a Tesla revelou finalmente o seu inovador camião elétrico da Classe 8, denominado Semi, que oferece uma autonomia de até 800 quilómetros Segundo a Tesla, aquela autonomia é mais do que suficiente para satisfazer a maioria das necessidades operacionais das empresas, uma vez que em cerca de 80% dos trajetos efetuados nos Estados Unidos, os camiões percorrem menos de 400 quilómetros.
O Tesla Semi vem equipado com quatro motores elétricos independentes que desenvolvem uma potência combinada de aproximadamente 1000 cv. Em termos de prestações, a marca fundada por Elon Musk anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h – carregado com cerca de 36 toneladas – em apenas 20 segundos. Além disso, o Tesla Semi consegue vencer subidas com inclinações de 5%, também carregado, a uma velocidade estabilizada de 105 km/h. O consumo de energia anunciado é de 2 kWh por cada milha (1,6 quilómetros).
O coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx) é de apenas 0,36, um valor substancialmente inferior ao de 0,65 – 0,70 dos camiões convencionais e até é inferior aos 0,38 de um Bugati Chiron.
Para o seu camião elétrico de longo curso, a Tesla desenvolveu um sistema de carregamento rápido das baterias, designado por megacharger, que permite recuperar uma autonomia até 640 quilómetros em apenas 30 minutos. A implementação de uma rede destes carregadores nas principais vias utilizadas no transporte rodoviário de mercadorias de longo curso permitirá o carregamento durante as pausas dos motoristas ou quando estão a carregar ou descarregar o semirreboque.
As baterias foram instaladas numa posição baixa para garantir um baixo centro de gravidade ao trator e são reforçadas para melhor proteção em caso de colisão. O veículo conta ainda com um programa eletrónico de estabilidade, que detetam os níveis de estabilidade do semirreboque, transferindo tração para a roda que perdeu aderência.

A cabina do Tesla Semi foi desenvolvida em volta do motorista e apresenta um aspeto bastante futurista, apesar da simplicidade das linhas. A cabina tem cerca de dois metros de altura e um banco do condutor no centro da cabina, ladeado por dois monitores táteis de 15”. O sistema de condução automático Autopilot da Tesla também está previsto para este veículo.
Segundo a Tesla, o custo total de operação deste camião elétrico é muito baixo em comparação com um veículo diesel equivalente, permitindo uma poupança de 200 mil dólares por ano (170 mil euros) em combustível ou milhão de milhas percorridas e a recuperação da diferença no investimento em apenas dois anos.
O Tesla Semi tem produção prevista para 2019, podendo ser reservado contra a entrega de uma caução de 5.000 dólares (4.250 euros). O preço final de cada unidade ainda não foi revelado na apresentação oficial deste camião.

690 pessoas leram este artigo
70 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  




Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA