domingo, 25 de Fevereiro de 2018

 
Carga & Mercadorias
27-10-2017
Volvo FH e FM
Motores a gás para operações de longo curso
Após a disponibilização de um motor a gás natural comprimido na gama Volvo FE, que desenvolve uma potência de 320 cv, a Volvo Trucks anunciou a disponibilização de uma solução a gás para o longo curso, designadamente para as gamas Volvo FH e Volvo FM.
A marca adianta que o seu novo motor a gás para transporte de longo curso cumpre a norma de emissões Euro 6 e disponibiliza a mesma performance, agradabilidade de condução e consumo de combustível do que as versões equivalentes equipadas com motores diesel. Por outro lado, os níveis de emissões de dióxido de carbono são inferiores entre 20% a 100%, dependendo do combustível utilizado. Os novos Volvo FH GNL e Volvo FM GNL estão disponíveis em níveis de potência de 420 ou 460 CV.
Ao contrário do motores convencionais que utilizam o ciclo Otto, isto é, com velas de ignição para inflamar o combustível na câmara de combustão, a solução desenvolvida pela Volvo Trucks mantém-se fiel ao ciclo diesel. O construtor argumenta que o transportador poderá optar por esta alternativa sem comprometer a agradabilidade de utilização, a eficiência de combustível e a fiabilidade.
A gama de camiões Volvo FH GNL e Volvo FM GNL estará disponível nas versões trator e rígido, com configurações de eixos 4x2, 6x2 e 6x4, com pesos brutos combinados até 64 toneladas para operações de transporte regional ou de longo curso. O motor Volvo G13C Euro 6 tem seis cilindros em linha, 13 litros, injeção “common rail”, bicos de injetores para gás e gasóleo.
Este propulsor é proposto em motorizações de 420 e 460 CV, sendo a transmissão assegurada por uma caixa de velocidades automatizada Volvo I-Shift. Os depósitos de gás natural liquefeito estão disponíveis com capacidades de 115 kg (275 litros), 155 kg (375 litros) ou 205 kg (495 litros) para autonomias até mil quilómetros. Em complemento, o veículo dispõe ainda de um pequeno depósito de gasóleo. O pós-tratamento dos gases de escape é assegurado pelo sistema SCR (redução catalítica seletiva) e por um filtro de partículas.
 

Tags: Camiões a Gás   Volvo  
857 pessoas leram este artigo
163 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  




Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA