quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

 
Passageiros & Mobilidade
04-10-2017
Até ao final do ano
Transtejo e Soflusa terão 18 a 20 barcos operacionais
As operadoras Transtejo e Soflusa terão 18 a 20 embarcações até ao final deste ano. A garantia é do Ministério do Ambiente que afirma que para o serviço mínimo de operação são necessários 18 barcos. Esta é uma resposta do gabinete do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, face ao reforço orçamental que permitiu às duas operadoras um investimento de 10 milhões de euros na manutenção das suas frotas.

O Ministério do Ambiente adianta que "após a decida autorização de despesa há um conjunto de procedimentos administrativos a cumprir, ao abrigo dos contratos públicos, que têm vindo a ser desenvolvidos" sublinhando ainda que "este esforço já se traduz num aumento da frota disponível em quase 10% face ao período homólogo de 2016".

Segundo o Ministério do Ambiente, “dada a idade da frota e a intensidade de utilização, os índices de avarias são muito elevados” em determinadas rotas, nomeadamente entre Lisboa e o Barreiro. Para esta linha, adianta, “está a ser estudado um plano de renovação da frota, que permitirá claros ganhos de operacionalidade”. A mesma fonte refere ainda que a Transtejo quer ter, já no início de outubro, uma nova embarcação de reserva para evitar possíveis supressões.
por: Pedro Venâncio
1025 pessoas leram este artigo
32 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  




Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA