segunda-feira, 1 de Maio de 2017

 
Passageiros & Mobilidade
06-03-2017
Transporte de passageiros
AMT emite relatório de inspeção ao Metro de Lisboa
A AMT - Autoridade da Mobilidade e dos Transportes emitiu o Relatório Final da Ação Inspetiva ao Metropolitano de Lisboa no qual conclui que “na generalidade, não se verificaram insuficiências substanciais no atendimento ao passageiro e no acesso a serviços e infraestruturas, não obstante o registo de situações de indisponibilidade parcial das máquinas de venda automática de bilhetes em diversas estações”.

A Ação Inspetiva e de diagnóstico realizada à empresa Metropolitano de Lisbo, nos passados dias 12, 14 e 18 de dezembro de 2016, destinou-se a avaliar as condições de exploração do serviço público de transporte de passageiros, abrangendo todas as Linhas e estações, onde foram verificados diversos parâmetros na perspetiva/ perceção do Passageiro, designadamente: Pontualidade dos comboios; Frequência dos comboios; Conforto; Atendimento ao Cliente e o Acesso a serviços e infraestruturas nas estações.

A AMT regista ainda que se verificaram “também substanciais desfasamentos entre os tempos medidos/registados “in loco” pela equipa da ação inspetiva e a informação disponibilizada no “painel eletrónico de informação” nos cais, e a anunciada no sítio da internet bem como a constante do contrato de concessão de serviço público”.

Desta forma, a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes “considera essencial que a comunicação e a informação ao público sejam melhoradas, tornando-as mais dinâmicas e precisas, e que o Contrato de Concessão de Serviço Público seja reanalisado e revisto, de forma a que, entre outros objetivos: sejam implementados procedimentos periódicos de reporte de informação; sejam previstos indicadores de performance objetivos, claros e mensuráveis, que as penalidades ou bonificações sejam indexadas ao cumprimento de todas as obrigações de serviço público, tendo em conta a disponibilidade/fiabilidade programada e efetiva da operação e de equipamentos e infraestruturas, seguindo as melhores práticas em sistemas de transporte equiparáveis”.
por: Miguel Pedras
724 pessoas leram este artigo
119 pessoas imprimiram este artigo
0 pessoas enviaram este artigo a um amigo
0 pessoas comentaram este artigo
Comentários
Não existem comentários
  
Deixe o seu comentário!

 


 

  



Spinerg


  





Chronopost







RSS TR Twitter Facebook TR Canal Transportes Online

Dicas & Pistas © 2009, Todos os Direitos Reservados

Condições de Utilização | Declaração de Privacidade
desenvolvido por GISMÉDIA